Hugo Jorge - Psicologia & Counselling - Portugal, Australia, Moçambique
Formado em Psicologia. Life Coaching. Ludoterapia. Counselling. NOVA PAGINA www.hugojorge.com

02 Janeiro 2008


Pessoas que sofrem de dependência afectiva são conhecidas por "Mulheres que Amam Demais" devido ao livro de Robin Norwood com o mesmo nome. Para algumas pessoas amar é sinónimo de sofrer. As pessoas que Amam Demais (Homens ou Mulheres) são atraídas por parceiros distantes, perturbados ou temperamentais e ignoram os “bons rapazes” que consideram aborrecidos. Põem de parte os amigos e interesses para estarem sempre disponíveis para o parceiro. E muito embora estar com ele seja um tormento, sentem-se vazios sem ele.

Quando o amor é sinónimo de sofrimento, estamos a prejudicar-nos a nós próprios e a destruir a nossa auto-estima. Neste blog tentamos detectar os comportamentos que nos causam sofrimento e corrigi-los, de modo a que possamos desfrutar do amor sem a dor que acompanha a dependência emocional. Partilhando as nossas histórias, experiências e desabafando, podemos aprender uns com os outros, melhorar o nosso comportamento, a nossa vida e atingir a felicidade no amor e no dia a dia.

Reuniões MADA LISBOA, Mulheres que Amam Demais


Mais Informações sobre o Assunto

Quem são as Pessoas que Amam Demais e os Co-Dependentes?

Literatura Recomendada

Caro Hugo:
Parabéns por este trabalho, que me parece de grande interesse.
Interessei-me por este Tema uma vez que sou Formador Voluntário na Obra Social das Irmãs Oblatas, que trabalha com os casos extremos das "Mulheres que amam demais" nas ruas do Intendente, fazendo um Serviço de acompanhamento, integração, inserção e dignificação da Mulher em situação de prostituição.
Continuação de bom trabalho.
Um abraço.
Horácio Lopes
Horácio Lopes a 3 de Maio de 2008 às 04:18

Tenho uma amiga que acho estar doente.
Está completamente apaixonada, vidrada, obssecada, cumpulsiva, maníaca, etc.
O grande problema é que é um amor não-correspondido e não fala com o rapaz há um ano. Quando mais tempo passa, pior. Esta situação já a fez desistir da escola, ser mal-educada para os amigos e todos que a rodeiam e ter desisnteresse pela vida.
TENHO MEDO QUE ALGO DE MAU, MUITO MAU, POSSA ACONTECER!
AJUDE-ME PFF EM LIDAR COM ESTA SITUAÇÃO!
Anónima a 9 de Maio de 2009 às 23:05

Agradeço o seu contacto.

Parece-me que está preocupada e receosa com a sua amiga e que deseja ajuda-la, mas não sabe bem como.

A sua amiga encontra-se disponível para conversar com um profissional e iniciar um processo de ajuda?

Atenciosamente,
Hugo jorge
Hugo Jorge a 10 de Maio de 2009 às 14:30

Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
26

27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Analytics
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

27 seguidores

pesquisar
 
blogs SAPO