Hugo Jorge - Psicologia & Counselling - Portugal, Australia, Moçambique
Formado em Psicologia. Life Coaching. Ludoterapia. Counselling. NOVA PAGINA www.hugojorge.com

30 Março 2008


Sinopse


Por que motivo o sexo falha entre casais que se dizem amar eternamente após o casamento? A cumplicidade, intimidade, companheirismo e relação a dois fortalece-se com a união mas o desejo e o erotismo desvanecem-se com o matrimónio. Esta é a conclusão de Esther Perel, psicoterapeuta com vinte anos de experiência clínica de acompanhamento de casais que vai mais longe e afirma que as rupturas muitas vezes motivadoras de divórcios são causadas pelo aparecimento dos filhos, sendo a prática sexual prejudicada quando há crianças. O tema fulcral do seu livro é o amor e o desejo no casamento e tem como objectivo provocar a discussão, falando do que todos fazem e pensam mas não dizem, ajudando o leitor a ponderar no considerado “emocional e sexualmente correcto” e, como diz a autora, convidar o leitor a colocar de novo o “X” no sexo. Todos os temas abordados no livro são suportados por relatos de casos reais, (casais dos trinta aos sessenta anos que têm um casamento com amor mas com uma ausência ou défice de relações sexuais), casos estes reveladores dos problemas que os casais enfrentam hoje em dia, tanto na Europa como nos Estados Unidos. Parece um contra-senso mas as novas gerações têm a líbido menos activa e estão menos predispostas a abdicarem da sua individualidade e vida ligada ao materialismo e esquecem-se da parte afectivo/física. Através da análise do problema de cada casal, a autora apresenta uma solução que consiste numa nova abordagem bem fundamentada, lógica, sensata e tolerante. O seu livro está traduzido em 15 países e foi considerado pela Publishers Weekly como oferecendo aos casais modernos “uma única e rica experiência».

Fonte: Webbom
publicado por Hugo Jorge às 20:55

30 Março 2008
Chicago, Illinois, 30 Mar (Lusa) - As pessoas que reduzem o nível de stress ou o mantêm sob controlo têm menos 60 por cento de risco de sofrer um ataque cardíaco ou morrer do que aquelas em que a ansiedade é elevada ou crescente, indica um estudo hoje publicado.

Das 516 pessoas que sofrem de doenças cardíacas que participaram nesta investigação, 44 por cento tiveram um ataque cardíaco não fatal e 19 por cento morreram durante os 3,4 anos, em média, em que decorreu a pesquisa, disse o médico Yinong Young-Xu, da Lown Cardiovascular Research Foundation, de Massachusetts.

O médico é o principal autor dos trabalhos apresentados na 57ª conferência anual do Colégio de Cardiologia Americano, que decorre em Chicago, nos Estados Unidos, de 29 de Março a 01 de Abril.

"Os estudos já ligaram o stress psicológico, que resulta numa depressão ou ansiedade, à progressão da arteriosclerose, desenvolvimento de trombose nas artérias e um risco maior de arritmia cardíaca", disse o médico Yinong Young-Xu.

No entanto, "são poucos os investigadores que se concentram em perceber se é possível melhorar o estado cardiovascular de uma pessoa em função do seu estado mental e reduzir os sintomas de depressão e de ansiedade através de anti-depressivos ou psicoterapias", acrescentou o médico.

Yinong Young-Xu espera com este estudo reforçar junto dos cardiologistas a necessidade de estar mais atenção aos problemas psicológicos dos seus pacientes, tanto quanto à doença cardiovascular.

Fonte: RTP
publicado por Hugo Jorge às 10:06

29 Março 2008
As crianças em risco que estão enquadradas em instituições vão poder contar a muito breve prazo com uma nova medida de protecção, a meio caminho entre a família de acolhimento e a adopção plena.

A notícia surge na edição desta sexta-feira do Diário de Notícias, que assegura ainda que a nova figura jurídica, que está a ser estudada pelo Observatório da Adopção, está já na sua fase final de elaboração e será apresentada na próxima semana ao grupo de peritos que colaborou no projecto.

O objectivo, refere o diário, é criar uma família de acolhimento duradoura, a que os ingleses chamam family for life (família para a vida), em que a criança possa ser inserida de forma estável, mas sem romper definitivamente os laços afectivos com a família biológica, a não ser que tal se mostre absolutamente necessário.

Ao abrigo desta figura, as crianças poderão ser integradas numa nova família, que terá direitos de tutela, mas continua, por exemplo, a fazer visitas sociais aos pais biológicos.

Fonte: Diário Digital
publicado por Hugo Jorge às 23:06

27 Março 2008


Porto, 27 Mar (Lusa) - O sexólogo Júlio Machado Vaz disse hoje à Lusa que "todos deviam ter ido há dez anos a Fátima agradecer a invenção do Viagra" pela verdadeira revolução que provocou".

No entanto, o sexólogo alertou para os riscos da sua utilização indevida.

"Foi quase miraculoso", afirmou, sublinhando o "avanço brutal" que o Viagra provocou nas terapias sexuais, "quando tomado por indicação médica e sempre com acompanhamento devido".

No dia em que o mundo farmacêutico comemora o décimo aniversário da invenção do medicamento que mudou os hábitos sexuais do planeta, Júlio Machado Vaz sublinha que "aquilo de que se fala hoje em dia já não é o mesmo Viagra".

"Hoje utiliza-se um grupo de drogas muito mais aperfeiçoado, com menos efeitos colaterais", sustentou.

Machado Vaz é adepto da utilização do "comprimido azul" em situações de disfunção eréctil biológica, mas levanta sérias reticências no que toca ao seu uso como "bengala" psicológica em momentos em que um homem se sinta mais inseguro face, por exemplo, a um primeiro encontro.

"Trata-se de um medicamento de extraordinária importância quando usado por indicação médica. Às vezes é receitado como forma de diminuir receios. Sou contra isso", sublinhou.

"Evidentemente que em homens mais velhos, face a situações em que a resposta possa já ser mais periclitante, sim, mas sempre por indicação médica", acrescentou.

Enquanto psiquiatra, Machado Vaz frisou que "fora de indicações médicas precisas, ao tentar atalhar dificuldades psicológicas com este remédio, para aumentar a confiança pessoal, está-se a comprometer um processo terapêutico que não deveria incluir drogas".

"Uma das grandes vantagens do Viagra é, claramente, em termos de ciclos de vida, proporcionar um envelhecimento com melhor qualidade de vida em termos eróticos. Só isso já é uma mais-valia imensa", frisou.

O sexólogo referiu ainda a importância do "comprimido azul" para ultrapassar a impotência provocada por doenças crónicas como a diabetes.

Face ao sucesso do medicamento, a indústria farmacêutica procura agora o "Viagra feminino", mas Júlio Machado Vaz tem muitas dúvidas quanto ao sucesso desta busca.

"Uma coisa é conseguir resolver um problema biológico como a disfunção eréctil. Outra é entrar no complexo universo do prazer sexual feminino. O Viagra em si nada tem a ver com o prazer", disse.

Fonte: RTP

26 Março 2008


As escolas com problemas graves de indisciplina podem apresentar ao Ministério da Educação (ME) uma proposta para a contratação de técnicos como psicólogos e mediadores de conflitos, anunciou hoje o secretário de Estado da Educação.

Ler notícia completa

26 Março 2008
Universidade Autónoma de Lisboa
Departamento de Psicologia e Sociologia

Ciclo de Conferências às Quintas
 
27 de Março 2008
 
"Novas Formas de Investigação em Psicologia"
 
Profª. Doutora Luísa Carrilho
Psicóloga Clínica
Autora do livro Generais e Almirantes de Amanhã. As Forças Armadas no Feminino
(Ed. Afrontamento)
 
Sala 28
Rua de Santa Marta, 56
18h00
 
Entrada Livre
publicado por Hugo Jorge às 12:49

25 Março 2008


Li este livro de uma só vez durante o fim-de-semana. As palavras de Pedro Strecht ajudaram-me a reflectir mais profundamente sobre o trabalho que faço com os jovens da Casa do Castelo do Chapitô. Esta instituição, mais conhecida pela escola de artes circences, possui também um lar de transição para jovens com percursos anteriores de delinquência e que agora procuram dar passos em direcção à sua autonomia e maturidade. Recomendo vivamente este livro a todos aqueles (pais, professores, educadores, legisladores) que desejam compreender melhor a problemática da delinquência juvenil.

CAPÍTULO 1
UNS E OUTROS — A ORIGEM DOS PROBLEMAS

CAPÍTULO 2
CANÇÕES SEM PALAVRAS — A IMPORTÂNCIA DA PREVENÇÃO

CAPÍTULO 3
TERRA DO NUNCA — POR DETRÁS DO SILÊNCIO

CAPÍTULO 4
LEVO-TE A BEM — RESPOSTAS INSTITUCIONAIS E TERAPÊUTICAS

CAPÍTULO 5
ALGUMA LUZ — INTERVENÇÕES PEDOPSIQUIÁTRICAS

CAPÍTULO 6
MARGINAL — EVOLUÇÕES DELINQUENTES TERMINAIS

CAPÍTULO 7
QUE FAÇO DESTA DOR — ABUSO SEXUAL: DE VÍTIMAS A ABUSADORES

CAPÍTULO 8
PONTO FINAL — CRIANÇAS E ADOLESCENTES QUE MATAM
publicado por Hugo Jorge às 10:03

25 Março 2008


Big Mind Big Heart


Workshop - Finding Your Way

O Processo Big Mind é uma via espantosamente original, profunda e efectiva para despertar ou ver a sua Verdadeira Natureza. É uma prática tão simples e original que pode ser utilizada em qualquer caminho espiritual ou como única prática, para realizar o Verdadeiro Eu.

Ken Wilber, autor de Integral Spirituality

Milhares de pessoas nos EUA e na Europa vivenciaram a sua própria luz através deste caminho directo para a liberdade, poder e amor interiores. Não perca esta oportunidade de…

Ø Re-energizar as suas relações com amor e alegria

Ø Desfazer nós emocionais e bloqueios

Ø Quebrar as barreiras mentais para o sucesso

Ø Aceder ao seu poder universal

Data: quinta-feira, 29 de Maio de 2008
Tema: Big Mind Big Heart – Finding your Way
Horário: 19h30pm-22h30
Local: Espaço Tuatara, Rua do Centro Cultural 27, 3º Alvalade – Lisboa
Custo: 60 Euros
Informações: (351) 91 3590753, 91 7088371 ou wildflower.pt@gmail.com

Inscrições: Tel (351) 91 3590753 ou wildflower.pt@gmail.com
Organização: Sangha Zen Flor Silvestre e Centro BudaDharma

(Se não puder participar devido ao custo, queira contactar a organização para se poder encontrar uma solução)

Para mais informações sobre Genpo Roshi e Big Mind visite p.f.: www.genpo.org ou email office@bigmind.org
publicado por Hugo Jorge às 09:45

20 Março 2008


Adultos

Um em cada cinco portugueses sofre de insónia, o mais frequente dos distúrbios do sono, disseram especialistas a propósito do Dia Mundial do Sono, que se assinala esta sexta-feira, informa a Lusa.

As insónias estão geralmente associadas «a problemas psíquicos relacionados muitas vezes com casos traumáticos, a hábitos de sono irregulares ou a problemas psicológicos», explicou a directora clínica da Clínica do Sono, em Lisboa, Pilar Rente.

Ler notícia completa - Portugal Diário

Crianças

Uma em cada quatro crianças tem problemas de sono, muitas vezes provocados por uma actuação incorrecta dos pais. Na casa dos Abreu, a filha dorme apenas três horas por dia e a mãe está «à beira da loucura», informa a Lusa.


Às quatro da manhã, Elsa Abreu e a pequena Beatriz decidem pintar aguarelas. Na televisão já não dá nada de interessante e é preciso ocupar as horas da menina de sete anos até ser dia.


Continuar a ler notícia - Portugal Diário

publicado por Hugo Jorge às 18:33

20 Março 2008



O Gabinete de Psicologia da PSP, cujo número de consultas duplicou nos últimos cinco anos, vai alargar "em breve" os serviços ao Porto, Faro e Covilhã, revelou à Lusa o director do serviço.

Continuar a ler notícia
publicado por Hugo Jorge às 11:24

Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
28

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Analytics
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

27 seguidores

pesquisar
 
blogs SAPO