Hugo Jorge - Psicologia & Counselling - Portugal, Australia, Moçambique
Formado em Psicologia. Life Coaching. Ludoterapia. Counselling. NOVA PAGINA www.hugojorge.com

08 Agosto 2008

Uma colega portuguesa, Joana Sobral,  escreveu um artigo muito interessante sobre orientação vocacional e pessoas portadoras de HIV/SIDA.

 

Esta é também uma realidade com a qual me deparo cada vez mais aqui em Moçambique e na qual comecei recentemente a colaborar: apoio psicológico a crianças orfãs e portadores de HIV/SIDA .

 

Recomendo fortemente a leitura. Deixo aqui o resumo do artigo:

 

Este artigo surge na tentativa de dar resposta às necessidades particulares de indivíduos portadores de VIH/SIDA que se encontram desempregados, apresentando um projecto de Consulta Psicológica e Orientação Vocacional. Far-se-á, inicialmente, uma breve caracterização da doença seguida da sua contextualização em Portugal, segundo os relatórios de saúde mais recentes. Em seguida avançar-se-á com uma análise psicológica das implicações da doença para a vida em geral, salientando-se as repercussões específicas da mesma para o domínio vocacional. Por último, apresentam-se as dimensões estruturantes consideradas basilares para um projecto desta natureza dirigido a esta população específica.

 

Ler artigo completo

publicado por Hugo Jorge às 12:05

05 Agosto 2008


Em Moçambique existe um número cada vez maior de pessoas expatriadas, as quais trabalham em ONG's, em empresas, em instituições religiosas ou em representações diplomáticas estrangeiras

 

Estas pessoas encontram-se na maioria dos casos afastadas das suas famílias, dos seus amigos e num país com hábitos diferentes. É frequente sentirem-se sozinhas, desesperadas, com vontade de desistir do que estão a fazer e regressarem aos seus países de origem. Sentem falta da sua rede social que é essencial ao seu bem-estar.

 

Acrescenta-se o facto de algumas profissões serem física e psicologicamente desgastantes, o contexto ser adverso, o que pode levar ao burnout e à fadiga por compaixão. Já havia escrito sobre estas suas problemáticas e recomendo a leitura das mesmas.

Esta semana estive em Maputo e pude presenciar e sentir isso.

Viver, trabalhar e instalar-se num país estrangeiro pode ser por vezes bastante frustrante e causador de stress, resultando frequentemente em sentimentos de solidão, isolamento e uma diminuição da auto-estima. O stress de estar na condição de expatriado pode facilitar a manifestação de situações emocionais não resolvidas.

 

O aconselhamento psicológico e a psicoterapia oferece ao expatriado a possibilidade de expressar as suas frustrações e descobrir recursos internos para lidar com as dificuldades de novo país de acolhimento e trabalho, assuntos culturais e os problemas resultantes de estar afastado de casa.

publicado por Hugo Jorge às 16:50

04 Agosto 2008



A Ludoterapia é uma forma de ajuda psicoterapêutica especificamente adequada para crianças que se baseia no brincar/jogo/lúdico e que permite a resolução das dificuldades que a criança enfrenta.

Nas consultas comunico uma atitude de respeito de modo a que a criança em questão sinta que está perante uma situação em que pode expressar o seu verdadeiro eu e crescer de modo saudável.



Alguns dos resultados da ludoterapia que costumo atingir com as crianças:

  • Melhoria das relações entre pares e pais-filhos;
  • Aumento da auto-estima e segurança pessoal;
  • Diminuição da agressividade;
  • Melhoria no aproveitamento escolar;
  • Redução de dificuldades de leitura;
  • Aumento da capacidade de expressão verbal e emocional;
  • Maior maturidade e autonomia.

Descubra mais sobre ludoterapia (para pais e educadores - em inglês)

publicado por Hugo Jorge às 10:54

Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Analytics
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

27 seguidores

pesquisar
 
blogs SAPO