Hugo Jorge - Psicologia & Counselling - Portugal, Australia, Moçambique
Formado em Psicologia. Life Coaching. Ludoterapia. Counselling. NOVA PAGINA www.hugojorge.com

15 Setembro 2008

Hoje de manhã bem cedo fui despedir-me da Ana. Partiu pelas 6h00 em direcção a Maputo e apenas chegará a Barcelona pelas 11h30 de amanhã.

 

A Ana é uma médica catalã que esteve com os Medicus Mundi Catalunya durante quatro meses a trabalhar na área da saúde na província de Gaza. 

 

Depois de uma despedida emocionalmente forte, cheguei a casa e decidi dar vida ao blog  [desculpem a falta de novidades] e coloquei o seguinte texto no blog. Mas só durante a tarde percebi a ligação entre a partida da Ana e o que diz o texto.  Espero que gostem.

 

Onde é a minha casa? É um bom princípio para qualquer um de nós. Na realidade, é o princípio, quando nos damos conta que falta alguma coisa. Não sabemos o quê. É um mistério. Contudo temos esta sensação, há uma espécie de acordar para o que poderíamos chamar espiritualidade, ou apenas consciencialização, e começamos à procura do que falta, sem mesmo saber o que é. A mente desperta está sempre a enviar-nos uma espécie de sinal. A mente desperta, ou o que quer que lhe queiramos chamar, está sempre a tentar emergir, a chamar-nos de volta a casa. Alguém disse que o nosso único mal, são as saudades, e que temos saudades porque não estamos em casa; e contudo, claro, seja onde for que estejamos, estamos em casa. Mas não o sentimos; sentimo-nos alienados da nossa própria casa e de nós mesmos. Penso que uma das coisas que sempre procuramos, é perceber como estar em casa seja onde for que estejamos, como estar em casa no nosso próprio corpo, como estar em casa em nós mesmos. É como um instinto “caseiro”. Somos como o pombo-correio que parece sempre ter este extraordinária habilidade de saber como encontrar o caminho para casa.

 

Do livro Big Mind, Big Heart, de Genpo Roshi, tradução de Margarida Cardoso

publicado por Hugo Jorge às 09:53

Olá Bom dia

Um assunto deveras interessante. Obrigado pela sugestão de leitura.

Um abraço
Subjectividades a 15 de Setembro de 2008 às 11:31

Hugo, obrigada por esta partilha. Este texto diz muito do que somos e do que nos move. No fundo, acho que somos demasiado complexos (ou mesmo complicados). Saímos de casa à procura de algo mais na nossa vida, que nos complete, que nos realize. Por vezes à procura de nós mesmos, do nosso espaço. Mas o laço que nos prende ao local de partida é tão forte que chega a doer quando a distância é longa e duradoura. É como se estivessemos sempre "temporariamente" num sítio, mas sabemos que havemos de voltar.. a casa. Porque “aquela” é que é a nossa "verdadeira casa", assim o sentimos. Como se aquele fosse o nosso porto seguro. Porque é lá que estão as nossas memórias mais profundas.. E temos sempre essa referência quando procuramos uma nova casa.

Tal como esse excerto diz, “(...) uma das coisas que sempre procuramos, é perceber como estar em casa seja onde for que estejamos, como estar em casa no nosso próprio corpo, como estar em casa em nós mesmos“. Nunca consegui atingir esse estado tão elevado, sou demasiado dependente de pequenas (grandes) coisas para conseguir sentir dentro de mim a minha própria casa (e tudo o que ela comporta). Há-de chegar esse momento (?). Acho que não o escolhes, sentes. E o problema são mesmo as saudades. Tal como a nossa querida Dra. Chico me disse há uns dias atrás (que adapto aqui por palavras minhas e com a minha própria interpretação): a saudade não é só sentir falta de algo ou de alguém, mas significa que partilhámos e vivemos algo maravilhoso que fica guardado dentro de nós e nos acompanha para todo o lado. Andamos com o “nosso mundo” às costas. Mas parece que, para onde quer que vamos, deixamos sempre um pedaço de nós para trás. E, por isso mesmo, temos de lá voltar.

Beijo grande,
Carla.
Carla Rodrigues a 19 de Setembro de 2008 às 11:56

Boa tarde Hugo! Parabéns por seu blog e textos! Quando puder dê uma olhadinha no meu blog também. Espero que possamos ser amigos! Tenha uma excelente semana!

www.ummundoprachamardenosso.blogspot.com
CARLA a 23 de Setembro de 2008 às 16:53

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
25
26
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Analytics
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

27 seguidores

pesquisar
 
blogs SAPO