Hugo Jorge - Psicologia & Counselling - Portugal, Australia, Moçambique
Formado em Psicologia. Life Coaching. Ludoterapia. Counselling. NOVA PAGINA www.hugojorge.com

29 Novembro 2007
A Fadiga por Compaixão foi descrita como o custo associado ao cuidar de outros em sofrimento (Figley, 1982) (NOTA PESSOAL: Os outros podem ser pessoas, animais e natureza).

Actualmente, existe um maior reconhecimento das pessoas que, nas suas profissões e ocupações, são afectadas pelo trabalho que desempenham, quer seja por exposição directa a eventos traumáticos (por exemplo, condutores de ambulância, polícias, médicos e enfermeiros de emergências hospitalares, médicos veterinários, funcionários de canis e gatis), quer seja por exposição secundária (por exemplo, psicólogos que ouvem os seus pacientes falar dos problemas pessoais, assistentes sociais que ajudam mulheres vitimas de violência doméstica ou educadores sociais que trabalham na protecção de crianças). Noutras profissões e ocupações a Fadiga por Compaixão pode igualmente manifestar-se: padres, funcionários e voluntários de associações de protecção animal, ambiental ou de defesa dos direitos humanos.

Trabalhar com pessoas ou animais em sofrimento, trabalhar na protecção da natureza que se encontra em constante destruição traz a necessidade de uma vinculação empática, vinculação essa que ao mesmo tempo em que é necessária para a realização desse trabalho, também coloca o trabalhador em risco de sofrimento.

A Fadiga por Compaixão é também descrita como resíduo emocional de exposição a trabalhar com o sofrimento, sobretudo aqueles que sofrem as consequências dos eventos traumáticos. Profissionais que trabalham com outros em sofrimento, especialmente as pessoas ou animais em sofrimento, não só se confrontam com o stress ou insatisfação normais de trabalho, mas também com os sentimentos pessoais e emocionais para com o sofrimento.

Sinais da Fadiga por Compaixão:
- Dificuldade de concentração.
- Diminuição do rendimento profissional.
- Sentir-se desencorajado ou abatido pelo estado do mundo.
- Sentimento de impotência para resolver todos os problemas.
- Exaustão.
- Irritabilidade.
- Conflito com outros.
- Deterioração das relações interpessoais.
- Diminuição do estado de saúde geral.
- Diminuição da compaixão pelos outros.

Quer saber mais sobre Fadiga por Compaixão? Sente que precisa de ajuda.
Envie-me um e-mail
publicado por Hugo Jorge às 08:34

Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
17

18
19
21
24

25
27
28
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Analytics
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

27 seguidores

pesquisar
 
blogs SAPO